string(82) "@import url(https://www.viajeparafoz.com.br/wp-content/themes/ego/css/custom.css);"
NAMídia
venezuelana1

PESQUISA MOSTRA QUE 95% DOS VISITANTES DE FOZ DO IGUAÇU PRETENDEM VOLTAR

Uma pesquisa qualificada, feita pelo Instituto Qualibest com pessoas de todas as regiões do Brasil, revela que 95% dos entrevistados que conhecem Foz do Iguaçu pretendem voltar; e que 99% recomendariam a viagem para amigos e parentes.

Entre os que não conhecem Foz, 95% pretendem visitar a cidade, 30% ainda neste ano ou em 2015; outros 22%, num prazo de dois a três anos. A pesquisa embasa o Plano Estratégico de Marketing Turístico de Foz do Iguaçu para o período 2015-2018, encomendado pela Itaipu Binacional.

“A pesquisa mostra um alto grau de satisfação com nossa cidade e aponta caminhos para que possamos melhorar ainda mais a imagem do Destino Iguaçu”, afirma o superintendente de Comunicação Social da Itaipu e presidente do Fundo Iguaçu, Gilmar Piolla.

Interesse
A pesquisa qualitativa foi feita entre 14 de abril e 5 de maio, com 722 pessoas entre 18 e 65 anos, das classes A, B e C, que costumam viajar pelo menos uma vez por ano. Do total de entrevistados, quase a metade (48%) já visitou Foz do Iguaçu.

Um número que surpreendeu foi o dos que vieram por conta própria (75%), sem recorrer a agências de viagens. Dos demais, 22% fizeram um pacote turístico e 3% utilizaram parcialmente serviços especializados.

Depois da indicação de parentes e amigos, a internet é o meio mais utilizado para obter informações sobre Foz do Iguaçu (48% do total), seguindo-se programas ou reportagens de TV (24%); publicidade ou propaganda (18%); e, em menor número, revistas especializadas e agências de turismo (17% e 15%, respectivamente).

“Cada vez mais, a internet e as redes sociais se tornam o principal meio de informação do consumidor de turismo. Temos que pensar em formas de comunicação com este público final”, diz Gilmar Piolla.

Maravilha da natureza
Em ambos os grupos de pesquisados, os principais motivos para visitar Foz do Iguaçu são suas belezas naturais. No grupo que já visitou Foz, 64% apontaram esta razão para a viagem; em segundo lugar (23%), aparecem as compras no Paraguai e Argentina.

Dois terços (69%) dos que não ainda não vieram a Foz e 85% dos que visitaram têm conhecimento de que as Cataratas são uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza. Entre os visitantes, a metade também afirmou que isso influenciou a viagem, confirmando o alcance e a importância da campanha Vote Cataratas, que resultou na conquista do título, em 2011.

A usina de Itaipu também foi bem avaliada. Entre os que fizeram os passeios, 91% disseram que gostaram (58% gostaram muito).

Cultura
Um número alto (41%) dos visitantes respondeu que gostou de tudo em Foz do Iguaçu, com o destaque, depois dos atrativos, para o clima e a infraestrutura turística (restaurantes, gastronomia, organização).

Eles apontaram, numa lista múltipla, que os locais mais visitados foram as Cataratas no lado brasileiro, depois as compras no Paraguai, o Parque das Aves, as compras na Argentina e as Cataratas no lado argentino.

Mas houve também críticas a aspectos como limpeza pública, acesso ao transporte público e trânsito.
Os visitantes também apontaram carências na cidade, na área cultural, e ainda disseram que faltam opções noturnas, como shows e restaurantes fora dos hotéis.

Não visitantes
Entre os que ainda não visitaram Foz do Iguaçu, 56% responderam que o principal motivo para vir à cidade são as belezas naturais. Em segundo lugar, os preços atrativos de hotel, passagens pacotes (22%).

A maioria (60%) dos que não conhecem Foz tomou conhecimento dos atrativos da cidade em programas e reportagens na TV; 42% por comentários de amigos e parentes; 37% pela internet; 32% pela publicidadepropaganda; 12% em revistas de turismo; e 9% em agências.

Sobre os entrevistados
Entre os 772 entrevistados, os 350 que visitaram Foz do Iguaçu têm um perfil semelhante: a maioria tem idade acima de 30 anos; é da classe A; são casados; têm superior completo; e residem nas capitais.

Entre os 372 pesquisados que não visitaram, a maioria é formada por mulheres; por jovens com menos de 30 anos; a maior parte é da classe C; são solteiros; têm superior completo; e residem nas capitais. O maior número desses entrevistados reside no Norte do País.

Fonte: ICVB – www.iguassu.com.br

Drop a comment

Your email address will not be published..

* Campos obrigatórios